Alongamento e aquecimento

Alongamento e aquecimento muscular previnem lesões antes da prática esportiva?

Na adolescência, a prática de esportes têm grande importância, não somente pelos benefícios físicos, mas também pela ajuda em todo o contexto psicossocial. Uma pergunta muito comum sobre isso é: alongamento e aquecimento muscular antes dos exercícios previnem lesões?

Primeiramente, o alongamento e o aquecimento muscular pré-participativos aos esportes são incentivados para esportistas recreativos e profissionais para redução das tensões musculares, preparação do corpo para os movimentos e como forma de relaxamento e saúde das articulações.

Um estudo da Universidade do Alabama, nos nos EUA, revelou que os objetivos dos aquecimentos são melhorar a dinâmica de um músculo para evitar lesões e também preparar o corpo do atleta para as demandas dos exercícios. Ele não deve ser pesado, chegando a um nível de produzir suor leve, sem cansar a pessoa. Já os alongamentos são instruídos a serem feitos até o ponto em que é experimentado um “aperto sem dor”.

Para confirmar a importância dessa etapa pré-esporte, um estudo do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos publicado em 2008 constatou que as lesões de joelho em jogadoras de futebol foram reduzidas quase pela metade em quem seguiu um programa de aquecimento que incluiu exercícios de alongamento.

Aquecimento

O mesmo estudo norte-americano explica que o aquecimento pode ser passivo ou ativo. O primeiro é aquele em que a temperatura muscular ou a temperatura corporal central são aumentadas por meios externos, incluindo, por exemplo, chuveiros quentes, saunas ou almofadas de aquecimento.

Além disso, o segundo é classificado como geral ou específico e envolve algum tipo de atividade física. O aquecimento ativo geral envolve movimentos corporais não específicos, como corrida, ciclismo ou calistenia (um tipo de exercício funcional). 

Por outro lado, o aquecimento ativo específico utiliza atividades e alongamentos específicos do esporte para o qual você a pessoa está se preparando. Desta forma, os estudos acreditam que o mais eficaz parece ser este último, possivelmente devido ao fato de imitar o exercício a ser realizado.

Alongamento

Ainda de acordo com a pesquisa, as três variações mais comuns das técnicas de alongamento são: dinâmica, estática e Facilitação Neuromuscular Proprioceptiva (FNP). A primeira envolve o uso de movimentos do tipo pular ou sacudir para alongar um grupo muscular. 

O alongamento estático é geralmente chamado de alongamento passivo, pois um movimento lento e deliberado é usado para obter o alongamento do músculo. 

Por fim, o PNF requer: alongamento estático, contração e relaxamento isométricos e, em seguida, outro alongamento estático.

Cuidado com alongamento e aquecimento!

Como resultado, especialistas indicam um protocolo de aquecimento e alongamento implementado antes do esporte. Ele deve acontecer nos 15 minutos anteriores ao exercício, a fim de obter o maior benefício.

Desde que monitorados por um profissional de educação física, uma musculatura que possui bons alongamentos e aquecimentos também passa a ser menos passível de lesões.

Gostou das dicas sobre alongamento e aquecimento muscular? Me siga no Instagram e no Facebook ou entre em contato comigo pelo WhatsApp!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *